Ultimas Notícias

Parceria SOLARIS x SINTESU Nota de Falecimento – Maria Aparecida Morozini DATA-BASE: A (DES)ENCANTADA SITUAÇÃO DAS DEMANDAS

Dentre os vários problemas do Projeto de Lei, estão a redução do papel do Estado e o estímulo à privatização dos serviços públicos.

 

O Sindicato dos Trabalhadores de Ensino Superior da Unicentro (Sintesu) elaborou uma carta pedindo apoio aos deputados federais na luta contra o Projeto de Lei Complementar (PLP) 257/2016. O Projeto de Lei propõe a suspensão de concursos públicos, congelamento de salários, limitação do reajuste do salário mínimo, privatização da previdência dos servidores públicos para um sistema de risco, restrição do tamanho do serviço público, dentre outras medidas que afetam toda a sociedade, especialmente os mais pobres, que não possuem  alternativa de acesso a serviços fora da rede pública.

“Além do documento enviado aos parlamentares, nós vamos acompanhar a votação nesse projeto e em outros que nos afetam direta ou indiretamente. Em suma, buscamos pressionar e conscientizar os deputados federais e toda a sociedade sobre o impacto negativo da aprovação da proposta. Somos contra qualquer projeto que retire direitos e que possa prejudicar a sociedade, e a PLP 257/2016 faz isso”, afirmou o presidente do Sintesu, Danny Jessé Nascimento.

O presidente também destacou que os trabalhadores (dos setores público e privado) não são os responsáveis pela situação econômica e financeira dos estados e, por isso, não podem ser penalizados. “Estão jogando a conta pelas irresponsabilidades dos governantes nas costas dos servidores públicos e da população. Isso é inconcebível”, declarou. Danny também contou que o Fórum das Entidades Sindicais (FES) enviou vários ônibus à Brasília, para acompanhar a apreciação do Projeto de Lei.

Confira aqui o documento enviado aos deputados federais, onde também constam mais informações sobre a PLP 257/2016.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.