Ultimas Notícias

Convocação para Assembleia geral FES pressiona deputados sobre data base e outras reivindicações

   Você já ouviu algumas frases como “deveria existir o dia da consciência humana”, “isso é racismo reverso”, ou até mesmo “o racismo não existe”?

   O racismo estrutural consiste num conjunto de práticas institucionais, históricas e culturais dentro de uma sociedade que, frequentemente, coloca um grupo social ou étnico acima dos demais, prejudicando os outros grupos de modo consistente e constante, resultando em disparidades que se desenvolvem entre os grupos ao longo do tempo.

Desde 2003, é celebrado no Brasil, no dia 20 de novembro, o Dia da Consciência Negra. A data é dedicada à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira e tem como propósito algumas questões sobre racismo, discriminação, igualdade social, cultura afro-americana e a inclusão dos negros na sociedade. Nosso dever, como sociedade, é pagar essa dívida histórica que já ultrapassa gerações e combater, dia após dia, o racismo estrutural e qualquer forma de discriminação e preconceito.

 

VOCÊ SABIA?

Em apenas cinco estados brasileiros o Dia da Consciência Negra é feriado obrigatório (a partir de decretos estaduais): Alagoas, Amapá, Amazonas, Mato Grosso e Rio de Janeiro. A data escolhida (20 de novembro) é em homenagem ao dia atribuído à morte de Zumbi dos Palmares, em 20 de novembro de 1695, um dos principais líderes negros que lutou pelo fim da escravidão. Que tal estudar mais sobre o tema? Abaixo, listamos quatro vídeo sobre temas relacionados ao Dia da Consciência Negra.

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.