logo

Contato rápido


    Seu nome*

    Seu e-mail*

    Sua mensagem*

    [recaptcha class:captcha]


    Conecte-se com o Sintesu!

    Rua Padre Salvador, 808 – Santa Cruz
    Guarapuava – PR

    Fone: (42) 3622-8418

    DATA-BASE: Governadora Cida Borghetti anuncia novo calote aos servidores públicos
    16503
    post-template-default,single,single-post,postid-16503,single-format-standard,bridge-core-1.0.6,ajax_fade,page_not_loaded,,side_menu_slide_from_right,qode-theme-ver-18.2,qode-theme-bridge,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive

    DATA-BASE: Governadora Cida Borghetti anuncia novo calote aos servidores públicos

    DATA-BASE: Governadora Cida Borghetti anuncia novo calote aos servidores públicos

    Governadora anunciou hoje (10) a retirada do Projeto de Lei (PL) que previa a reposição da inflação de servidores do Executivo.

     

    A governadora Cida Borghetti anunciou na manhã desta terça-feira (10) a retirada do Projeto de Lei (PL) que previa a reposição da inflação dos servidores públicos do Poder Executivo do Paraná. Com medo do desgaste que sua imagem sofreria, em caso de aprovação da emenda de 2,76%, ao invés da proposta de 1%, a governadora e pré-candidata voltou atrás e seguiu a política do ex-governador Beto Richa (PSDB) em arrochar o salário do funcionalismo público.

    Sindicatos têm cobrado do governo e na Alep a reposição da inflação dos servidores do Executivo.

    Com uma defasagem salarial de quase 12%, acumulada nos últimos 3 anos, referente ao calote da data-base da categoria, os servidores ficarão novamente a mercê das decisões do próximo governador. Diante do anúncio, o Fórum Estadual dos Servidores do Paraná (FES) anunciou que permanecerá mobilizado na Assembleia Legislativa. Dirigentes da entidade que representa os servidores públicos ocuparam na tarde desta terça-feira (10) o gabinete do líder do governo, deputado estadual Pedro Lupion (DEM) para cobrar uma posição dos deputados.

    Para a coordenação do FES, a decisão é um ato de desrespeito a toda negociação que foi feita até o momento aos servidores e parlamentares que se mostraram favoráveis ao reajuste de 2,76%. “É um desrespeito à democracia, portanto um golpe contra os servidores e contra o povo do Paraná”, destaca a professora Marlei Fernandes, coordenadora do FES.

     

    No Comments

    Post A Comment