logo

Contato rápido


Seu nome*

Seu e-mail*

Sua mensagem*

[recaptcha class:captcha]


Conecte-se com o Sintesu!

Rua Padre Salvador, 808 – Santa Cruz
Guarapuava – PR

Fone: (42) 3622-8418

Por que comemoramos o Dia da Consciência Negra?
17100
post-template-default,single,single-post,postid-17100,single-format-standard,bridge-core-1.0.6,ajax_fade,page_not_loaded,,side_menu_slide_from_right,qode-theme-ver-18.2,qode-theme-bridge,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive

Por que comemoramos o Dia da Consciência Negra?

Por que comemoramos o Dia da Consciência Negra?

   Você já ouviu algumas frases como “deveria existir o dia da consciência humana”, “isso é racismo reverso”, ou até mesmo “o racismo não existe”?

   O racismo estrutural consiste num conjunto de práticas institucionais, históricas e culturais dentro de uma sociedade que, frequentemente, coloca um grupo social ou étnico acima dos demais, prejudicando os outros grupos de modo consistente e constante, resultando em disparidades que se desenvolvem entre os grupos ao longo do tempo.

Desde 2003, é celebrado no Brasil, no dia 20 de novembro, o Dia da Consciência Negra. A data é dedicada à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira e tem como propósito algumas questões sobre racismo, discriminação, igualdade social, cultura afro-americana e a inclusão dos negros na sociedade. Nosso dever, como sociedade, é pagar essa dívida histórica que já ultrapassa gerações e combater, dia após dia, o racismo estrutural e qualquer forma de discriminação e preconceito.

 

VOCÊ SABIA?

Em apenas cinco estados brasileiros o Dia da Consciência Negra é feriado obrigatório (a partir de decretos estaduais): Alagoas, Amapá, Amazonas, Mato Grosso e Rio de Janeiro. A data escolhida (20 de novembro) é em homenagem ao dia atribuído à morte de Zumbi dos Palmares, em 20 de novembro de 1695, um dos principais líderes negros que lutou pelo fim da escravidão. Que tal estudar mais sobre o tema? Abaixo, listamos quatro vídeo sobre temas relacionados ao Dia da Consciência Negra.

 

 

 

No Comments

Post A Comment