Ultimas Notícias

DATA-BASE: A (DES)ENCANTADA SITUAÇÃO DAS DEMANDAS Convocação para Assembleia geral

Sintesu levará caravana para participar da mobilização.

 

O Fórum das Entidades Sindicais (FES) e a União das Forças de Segurança (UFS), duas instituições que representam os servidores públicos do Paraná, estão organizando uma manifestação para o próximo dia 22, para exigir do governo Ratinho Júnior uma resposta sobre a reposição da inflação nos salários.

Servidores públicos estão há mais de cinco anos sem reajuste e a defasagem ultrapassou os 25% em maio deste ano. Como a projeção da inflação já é de dois dígitos, a previsão dos economistas para 2022 coloca os salários com perdas acima dos 35%.
O protesto deve ter início na Praça Tiradentes, no Centro de Curitiba, às 9 horas. Na sequência, está previsto culto ecumênico e passeata até o Palácio Iguaçu. Já estão confirmadas as presenças de servidores ligados aos sindicatos de todas as regiões do Paraná.

CARAVANA DO SINTESU PARA ATO EM CURITIBA

O Sintesu está convidando os servidores da Unicentro para participar da manifestação

 

  • 22/11 – Saída 5h de Guarapuava (Campus Santa Cruz) – passando por Irati (local de encontro a definir)
  • Inscrições até sexta-feira, às 14h: 42 99117-6954 (Whats) / sintesu@hotmail.com.

 

Obs.: Além do transporte, sindicalizados têm direito à diária para alimentação no valor de R$ 95,00. E a participação contará pontos na Gincana Virtual.

 

GOVERNO TEM RECURSOS

O Governo do Estado enviou para a Assembleia Legislativa a Lei Orçamentária Anual – LOA 2022, com uma previsão de receita primária corrente de R$ 48,6 bilhões. A previsão da assessoria econômica do FES é que a receita atinja R$ 53,4 bilhões. A diferença entre a estimativa é de R$ 4,7 bilhões.
Na LOA, o governo não previu o reajuste do funcionalismo público, mas decidiu aumentar de R$ 12 bilhões para R$ 17 bilhões de reais as isenções fiscais para grandes empresários e setores do agronegócio.
Nesse sentido, as Entidades de servidores(as), mais uma vez, repudiam a atitude do governo ao não prever a reposição da inflação em 2022.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.