logo

Contato rápido


Seu nome*

Seu e-mail*

Sua mensagem*


Conecte-se com o Sintesu!

Rua Padre Salvador, 808 – Santa Cruz
Guarapuava – PR

Fone: (42) 3622-8418

Sintesu | FES e governo oficializam comissão que vai negociar a data-base
16691
post-template-default,single,single-post,postid-16691,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,side_menu_slide_from_right,qode-theme-ver-9.4.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.5,vc_responsive

FES e governo oficializam comissão que vai negociar a data-base

FES e governo oficializam comissão que vai negociar a data-base

Mobilização dos servidores em todo o estado fez governo recuar e abrir negociação

Com informações do site do FES

A coordenação do Fórum das Entidades Sindicais (FES) foi ao Palácio Iguaçu nesta terça-feira (30) para dar início aos trabalhos da comissão que vai negociar o pagamento da data-base e outras reivindicações dos servidores públicos estaduais. A iniciativa é resultado da greve que reuniu mais de 10 mil trabalhadores na capital, além dos protestos nas principais cidades do estado, ocorridos nesta segunda-feira (29).

Integrante da coordenação do FES, Ricardo Carvalho, presidente do Sindarspen, explica que durante o encontro foram apresentados oficialmente os nomes que vão compor a equipe de trabalho, representando os servidores, o Poder Executivo e a Assembleia Legislativa.

“Vencemos hoje a parte burocrática e já marcamos para sexta-feira, às 14h no Palácio Iguaçu, outra reunião. Desta vez será com a comissão completa, para iniciarmos as tratativas para implantação da data-base, do abono pelo dia de participação na greve, outros itens que envolvem as finanças e demais reivindicações dos servidores”, disse José Maria Marques do Sinteemar.

Com os rendimentos congelados desde 2016, a defasagem já chega a 17,02%, de acordo com o DIEESE. O economista, Cid Cordeiro, calcula que o prejuízo anual para cada trabalhador é o equivalente a dois meses de salário no ano. Com a paralisação, o governo recebeu as lideranças dos sindicatos e aceitou debater o pagamento da reposição dos últimos dos 12 meses e o percentual dos anos anteriores.

“Vamos trabalhar para que nosso reajuste seja votado junto com o dos servidores de outros poderes (Legislativo e Judiciário)”, relatou a integrante da coordenação do FES, Marlei Fernandes. Segundo ela, a expectativa é que o tema da data-base seja resolvido no mês de maio.

Veja a composição da comissão:

:: Representando o governo estadual
Titulares: Mauro Rockenbach (Governadoria), João Luiz Giona Junior (Casa Civil), Fernandes (Sefa), Braulio Cesco Fleury (SEAP) e João Evaristo de Biasi (SPL).

Suplentes: Marco Aurélio Souza Pereira (Governadoria), Eduardo Aurélio Vinicius, Fernades dos Santos (Casa Civil), Paulo Roberto Lucas (Planejamento).

:: Representando a Assembleia Legislativa
Deputado estaduais Hussein Bakri (PSD) e Professor Lemos (PT).

:: Representando os servidores públicos estaduais
Marlei Fernandes de Carvalho (FES), José Maria de Oliveira Marques (Sinteemar), Jaqueline Pereira Tillmann (SINDISAÚDE), Michel Franco (Sindipol) e Ricardo de Carvalho Miranda (Sindarspen).

Suplentes: Donizetti Aparecido Rosa da Silva (SINDISEAB), Hermes Silva Leão (APP-Sindicato), Marcelo Alves Seabra (Assuel) e Carolina Barbieri Brito Naldolny (Sindijus).

Assessoria: Cid Cordeiro Silva, economista.

Nenhum comentário

Envie um comentário