logo

Contato rápido


Seu nome*

Seu e-mail*

Sua mensagem*


Conecte-se com o Sintesu!

Rua Padre Salvador, 808 – Santa Cruz
Guarapuava – PR

Fone: (42) 3622-8418

Sintesu | Sindicatos Unificados das universidades estaduais entregam carta aberto aos candidatos ao governo
16517
post-template-default,single,single-post,postid-16517,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,side_menu_slide_from_right,qode-theme-ver-9.4.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.5,vc_responsive

Sindicatos Unificados das universidades estaduais entregam carta aberto aos candidatos ao governo

Sindicatos Unificados das universidades estaduais entregam carta aberto aos candidatos ao governo

Nesta quarta-feira (05/09), ocorre, na Universidade Estadual de Londrina (UEL), debate entre os candidatos ao Governo do Paraná. A iniciativa possibilita que sejam apresentadas e debatidas as propostas daqueles que estão pleiteando a vaga no Palácio Iguaçu.
Representantes dos Sindicatos Unificados, que representam docentes e agentes universitários das Instituições Estaduais de Ensino Superior (IEES), se reuniram na terça-feira e produziram uma carta aberta aos candidatos ao Governo do Paraná nas eleições de 2018. Entre os assuntos tratados estão pautas comuns, como a data-base, a contratação de pessoal e as questões orçamentárias das IEES, e também específicas das carreiras de agentes universitários e docentes.
De acordo com os dirigentes sindicais, o próximo governador do Paraná deve possuir a sensibilidade para tratar dos problemas que afligem o Ensino Superior e para a efetiva construção de um pacto para o desenvolvimento no Ensino, na Pesquisa e na Extensão, reconhecendo a necessidade e a importância das Universidades paranaenses, bem como seus reflexos sociais e econômicos.
Na Carta Aberta, os dirigentes destacam que as reivindicações apresentadas são pautas históricas e permanentes dos Sindicatos Unificados das Universidades Estaduais, com inúmeros estudos e reflexões, inclusive, com análises e pareceres de Secretarias de Estado do Paraná e de órgãos governamentais.
Confira aqui a Carta Aberta na íntegra.

Nenhum comentário

Envie um comentário